Bolonha em 4 dias

Bolonha é linda! No coração da região da Emiglia Romana, a cidade surpreende! Além de ser a cidade base ideal para bate voltas incríveis, já que dá fácil acesso para Verona, Ferrara e até mesmo Veneza ( é um pouco mais cansativo, com 1:50h mas cabe em um bate e volta!)

Bolonha
Bolonha

Famosa pela sua universidade mais antiga da Itália, onde estudou Dante Alighieri e Copérnico, seus mais famosos alunos, Bolonha tem características próprias de cidades universitárias, como rica vida noturna, muito movimento de jovens a qq hora do dia ou da noite,e sobretudo um comércio amplo, com numero imenso de pubs, bares e restaurantes! Maior alto astral!
Sua arquitetura em parte medieval traz ainda um traço interessante: kilometros de pórticos, 90% das calçadas são cobertas por pórticos, kilometros de galerias que dao um charme a mais na cidade!
mas o melhor é a vida noturna e a gastronomia que existe em suas ruelas e becos na parte medieval e antiga da cidade, além de suas atrações, como as torres gemeas, uma delas inclinada como Pisa, a igreja recortada, que tem a fachada em 2 estilos e demais atrações que você conhece em 1 dia, mas que vale a pena voltar a cada noite, já que são “tomadas” de jovens universitários e turistas que ali se reunem papeando e confraternizando toda noite!
E um Plus: Bolonha conta com pequeno mercado local de gastronomia com tudo que voce possa imaginar da italia, que voce compra e consome em mesinhas externas, virando uma festa de rua, praticamente! Alem de ter o Eataly Bolonha, similar ao que vimos em Roma, ideal para compras e para jantar com ótimas opcoes de vinho!

Vamos ao roteiro de 4 dias em Bolonha:

1º Dia – Bolonha

Bolonha
Bolonha – Basílca

Ficamos hospedadas no Mercure Bolonha Central, que é exatamente em frente a estação Bolionha central, e ao lado da entrada do centro histórico. Melhor que isto, seria impossivel! Maravilhosa localização e ótimo hotel, padrão mercure com conforto acima do esperado!
Chegamos na parte da tarde, fizemos check in e saimos direto para almoçar e conhecer Bolonha.
Logo na entrada temos a Piazza Maggiore, para uma pequena parada. Depois e so andar que se chega ás famosas torres “Asinelli e Garisenda”, obviamente nao submos seus 400 e ttos degraus…rs
Fomos depois a Basílica de San Petronio, a “Igreja recortada”, ou seja, mesclando dois estilos em sua suntuosa fachada. Na frente da igreja uma mega praça onde estava ocorrendo um festival de cinema, reunindo muita gente, uma festa toda noite!
E ficamos impressionados com a universidade que data de 1088, é uma atração em sí!

Bolonha a noite
Bolonha a noite

A noite fomos ao mercado regional e aos barzinhos da parte antiga, que fica nas ruelas proximo a Basílica, ali fomos no mercado municipal, comecar com o Aperol, a bebidinha de laranja  que amamos e depois conhecemos um otimo bar-bistrô,  com gastronomia típica da Emiglia Romana, que foi o Zerocinquantino onde pagamos bem barato otimos vinhos (pedimos por taça, para experimentar) todos com uvas da região, além das deliciosas bruschetas e mussarela que faziam na hora!
Foi sem dúvida a melhor bebedeira de toda a viagem! rsrs
Amamos Bolonha, voltaria com certeza absoluta!

 

2º Dia – Bate volta de Bolonha a Verona

 

Castelo em Verona
Castelo em Verona

Tempo da viagem: 1h:28
Preço: pode variar conforme o horario, mas em junho de 2015 conseguimos varios horarios por cerca de 7 euros (só ida) e idem para volta.

Saímos cedo de Bolonha, como ficamos no Mercure Bolonha Central, que fica exxatamente em frente a estação, bastou atravessar a rua, comprar e validar o bilhete para o próximo trem!
Em 1:28h exatos chegávamos a Verona.
em minha opinião Verona foi a cidade mais bonita que conhecemos na Itália.
Não entro no mérito de atrações turísticas, que neste quesito (óbvio!) Roma e Florença são incomparáveis.
Mas falo em termos de conservação da cidade, conservação dos munumentos, beleza naturais, bom atendimento nas lojas, boa receptividade dos locais, o cuidado na pavimentação das calçadas, todas em mármores, além de preços bastante justos.
Nisto, Verona deu de mil nas demais cidades que conhecemos na Italia. E visitamos 11 cidades!

Verona
Verona

Se for a Itália, visite Verona e surpreenda-se com as belezas naturais (até o rio é lindo, mais largo e limpo) e a excelente receptividade nos comercios. Parece uma outra Itália dentro da Itália. Acredito que seja uma caracteristica que se perceba mais ao Norte da Itália, por sua proximidade com Alemanha e Suiça, não poderia afirmar, mas é esta a ótima impressao que fiquei de Verona.
Sugestoes de o quer fazer em 1 dia em Verona:
Ao sair da estação de trem, se caminha cerca de 20 miutos até chegar ao centro histórico. Uma vez no Centro Histórico, há um lindo Castelo Medieval belíssimo, com entrada nas partes externas gratuita.
Na cidade o ponto alto é uma arena redonda, identica ao Coliseu, só que ainda mais antiga (cerca de 30 anos mais antiga, se não me engano)
Apesar de menor, o “Coliseu” de Verona e , externamente ao menos, até mais preservado e bem cuidado que o de Roma!
Aproveite e passeie pelas praças todas floridas, em pleno fim de junho!
Arcos lindos que levam a ruazinhas de compras, todas pavimentadas em mármore, um luxo se andar por la!
Tem castelos em outros pontos da cidade!
Enfim, a Cidade é lindissima!
Só não nos pergunte pela casa de Julieta, apesar de ver as placas em muitas ruazinhas, desistimos depois de um tempo e fomos tomar um Aperol, que é uma bebida laranja linda, misturada a prosseco e soda, pela qual nos apaixonamos perdidamente na Itália!


3º Dia – Bate volta de Bolonha a Veneza

Veneza
Veneza

Acordamos ainda mais cedo, porque resolvemos fazer um bate e volta a Veneza.
1h e 50 de trem, com custo de 24 euros ida e volta.
Ficamos animadas e embarcamos cedo rumo a Estacao de Santa Lucia.
Confesso que Veneza, logo apos a chegada, foi uma baita decepção. Vários fatores conjugados concorreram para esta má impressao como: calor absurdo de final de junho, muitos turistas por metro quadrado, tanto a estacao de barco quanto o barco-ônibus abarrotados e tinham pessima conservação, em pleno calor de meio dia, dificultando se ver e muitas vezes transitar proximo aos pontos turísticos, dificuldade esta ampliada pelo grande numero de camelôs com suas bancas pelas escadas e nas portas dos principais pontos turísticos, dificultando ainda mais a passagem. Some-se a isto, repito, um calor insuportável em pleno meio dia.
Tem pegadinha de turistas em todo comercio, onde curiosamente vimos mais orientais que italianos. As casas e alguns pontos turiscos alem-praça Sao Marcos têm péssima conservação, e os canais de dentro, como sabemos, a água é morta, completamente.

Veneza
Veneza

Neste contexto, stress e caos de meio dia, sequer procuramos saber o preço do passeio nas gondôlas, mas soubemos  que fica em torno de 100 euros. Eu com absoluta certeza não faria!
Então concluindo: Veneza é linda nas fotos. Pessoalmente foi uma decepção, eu não voltaria.
Apesar de que não dá para dizer que não vale a pena conhecer. Sim, vale muito a pena conhecer, mas eu não gostei.

Mas teve coisa boa: a praça de Sao Marcos e as construções que dali se avista são espetaculares, belíssimas, suntuosas, sobretudo considerando-se o entorno que é o mar com as águas muito azuis do mar Adriático! Interessante tambem por isto, construções com aquele porte, rodeada por mar.

Mas voltando ao subtema do post que é Bolonha: sim dá para fazer um bate volta com tranquilidade a Veneza se voce estiver hospedado em Bolonha! Com custo reduzido e um tempo de viagm totalmente aceitável para um bate e volta!


4º Dia – Bate volta de Bolonha a Ferrara

Ferrara, vizinha de Bolonha
Castelo em Ferrara

Tempo da viagem: 29 minutos
Preço: pode variar conforme o horario, mas em junho de 2015 pagamos apenas 4,60 euros (só ida). Idem para a volta.
A cidadezinha de Ferrara fica a apenas meia hora de Bolonha.
No dia que fomos a Ferrara saímos mais tarde, por volta de meio dia e, antes das13h já tinhamos chegado à Ferrara.
Muito bem conservada, Ferrara e muito bonitinha, vale demais a pena conhecer.
Alugamos uma bicicleta numa lojinha próxima a estação de trem, sabe aquelas lojinhas deliciosas onde parece que o tempo parou? Assim foi!
Apos andarmos por um parque com ciclovia (todo mundo parece andr de bicicleta em ferrara!!) fomso direto conhecer por fora o Castelo que tem no centro da Cidade, com fosso com água e tudo! Muito legal não ter só que imaginar como seria com água no fosso…rs
Depois procuramos um restaurante no centrinho logo apos o Castelo. O restaurante era realmente bonito, com mesas em uma varanda, mas a massa com molho de limão não foi a melhor pedida, mas o lado bom é: pagar barato por bons vinhos com uva San Giovese, isso realmente não tem preço!
Ai rodamos de bike pelo centro, encontramos um supermercado onde compramos potes gigantes de nutela por 5 euros e onde compramos iogurte italiano e fomos tomar na praça, vendo a vida passar com uma tranquilidade que não se vê mais hoje em dia. Ferrara nos deu uma tarde imensamente feliz.
Voltaria e recomendo Ferrara a quem estiver por Bolonha, exatamente por isso: uma cidade linda, bem conservada e sem pressa, onde parece que o tempo parou e ficou!


Fotos na sequencia: Bolonha, Ferrara, Verona e Veneza


 


Ferrara


Verona


Veneza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *