Que surpresa a Alemanha!

Que surpresa a Alemanha! E, no natal então, é pura magia e encantamento!

Mainz, 1h de Frankfurt
Mainz, 1h de Frankfurt

Que surpresa a Alemanha! Que o povo alemão é um dos mais desenvolvidos em todos os sentidos, eu já tinha ouvido falar. Estava então preparada para conhecer o país e me encantar com exemplos de organização e limpeza. Porém o que eu não imaginava era que o país nos apresentaria muito mais do que sabemos que a Europa de um modo geral nos oferece.

Estive na Alemanha em Dezembro/2014, no Natal**.
E que Natal!!!

Chegamos por Frankfurt e fizemos um giro pelo centro-sul, visitando Nuremberg, Furth, Munique, Heildelberg e Mainz.

Feira de Natal
Feira de Natal em Nuremberg

Todas essas cidades têm feiras de Natal com barracas, que se espalham, com artesanatos, doces (os famosos pães de mel), comidas típicas (a famosa linguiça de Nuremberg), bebidas também típicas, como o Gluwein (vinho quente com especiarias), e cerveja alemã, lógico.

Fiquei fascinada com o fato de estar entre os nativos, conhecendo a cultura na sua mais genuína expressão. O dia a dia da maioria dos alemães no mês de dezembro termina em uma feira de Natal, o happy hour, tomando Gluwein ou canecos de 500ml de cerveja.

Nuremberg
Nuremberg

A feira de Natal que mais me encantou foi a de Nuremberg. Além de a cidade ser linda, com um centro histórico medieval todo murado, as pessoas são animadas e simpáticas. Pegamos dias de chuva fina, mas isso parecia não incomodar ninguém, pois as ruas estavam repletas de gente, as lojas lotadas.

Tinha coral de crianças cantando músicas natalinas na praça principal, já na igreja São Lorenzo (Lorenzkirche) tinha um concerto natalino para o qual se pagava 15 euros para assistir.

 

Marienplatz
Marienplatz Marienplatz, Munique

A noite chega cedo: por volta das 16:45 já está escuro, então, lá pelas 20h você tem a impressão que já está de madrugada de tanta coisa que já fez e de tanto que curtiu a “night” rsrs.
Não estava tão frio, talvez uns 7 graus, mas adoramos frio e isso não incomodou.

Eu simplesmente pretendo retornar à Alemanha* e aconselho a qualquer pessoa viajar para lá no Natal. É uma experiência única e vale muito à pena.

(*) no ano seguinte retornamos e conhecemos o leste, e gostamos ainda mais!!! Aceite uma sugestão: encaixe a Alemanha em seu próximo roteiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *