Hamburgo, a estrela do norte

Hamburgo é uma das mais interessantes cidades Alemãs!

A apena 2,5 horas de trem de Berlim. Hamburgo é acessível em trem direto, em uma viagem agradável que leva ao norte deste grande país.
Lá chegando se encontra uma cidade rica, com construções belíssimas, incluindo o antigo prédio da HauptBahnhof e que agrega diversidade, ja que tem por pilar econômico seu porto, um dos maiores do mundo.

A cidade é basicamente dividida em três regiões turísticas:

a. Região do Porto e adjacência(Hamburger Hafen)

Porto de Hamburg

Começando na famosa estação de “Landungsbrücken”, ponto de chegada que desemboca nas calçadas que margeiam o rio Elba, onde se tem o ponto de travessia do rio (Elbtunel), o mercado da cidade e de também onde saem os imperdíveis passeios de barco (que levam perto de navios e cargueiros realmente gigantes e à “praia” do rio elba na região de Övelgönne… pagamos 20 euros por pessoa, mas valeu demais)
A partir do porto se vai a pé em uma interessante caminhada até a região nova “Hafen City”, onde os antigos armazéns foram transformados em museus e que tem grande beleza arquitetônica e abriga ainda o monumental e imperdível prédio da filarmônica, cuja entrada é gratuita!

 

 

b. Região Jungerfernstieg e lagos:

É a parte rica da cidade, digamos, onde se tem os 2 grandes lagos e onde ficam as lojas de grandes marcas e ainda o shopping “Europe Passage”. Tudo ali é bonito e ainda tem o charme de se ter os grandes lagos pertíssimo.
E 1.5km da hauptBahnhot, da para ir a pé!

 

 

 

 

c. Parte Alta e St. Pauli:

St Pauli, Homenagem aos BeatlesA famosa região e a rua St. Pauli – onde os Beatles tocaram no inicio da carreira – é uma área “adulta” digamos, já que historicamente frequentada por marinheiros que chegavam no porto e iam para esta região, onde estava centralizado casas noturnas populares, boates, profissionais do sexo e casas de conteúdo erótico.
Nós fomos com chuva, mas realmente não gostamos, pode ter sido o dia. Vale ir para conhecer e tickar, mas não vi atrativos.

 

 

 

De modo geral, Hamburgo é uma cidade incrível, com uma população gentil e preparada para receber turistas. Amei, moraria lá e voltaria várias vezes!

Dicas de Comidas e Bebidas:
Não deixe de tomar a Astra, a cerveja local
Vá a uma cervejaria pertinho do prédio do ElbTunel
Tem uma HB na cidade também, para os fãs, como eu! : )
Achamos um restaurante italiano, tipo self service, mas chique, + ou – em frente ao Museu Marítimo, quebrou um galho, já que comida em Hamburgo é caro.

Onde ficamos:
Ibis Hamburg City, relativamente perto do Haupt, 1.5km.
Só é beeeem difícil de encontrar este hotel, chegamos a noite e passamos um grande perrengue. Mas de dia, tudo melhora e achamos ele bem localizado, pois dá para ir a pé para a Estação e também para a cidade dos armazéns. O café da manhã tinha fruta e máquina de fazer waffle. Ficaria de novo, pelo Custo x benefício.


Abaixo nosso roteiro, caso você queria montar o seu, numerados por ordem de preferência:

1. Passeio de barco: sai do píer, perto da estação “Landungsbrücken” (Ficam vendendo bilhetes na orla, você irá encontrar, relaxe!)

2. Elbe Tunnel: cruzar o Elbtunel é ver a cidade do outro lado, é algo imperdível!!! Construção de 1907, destaque para seus grandes e antigos elevadores, ele atravessa por debaixo d´agua o Rio Elbe e ainda tinha a função de “bunker” para os moradores da cidade, durante a segunda a guerra mundial!
Do outro lado do rio, apos completar a travessia, alem de uma vista de tirar o fôlego do porto, tem um peixinho com Astra para completar!

3. Passeio na Barca 62: sai “Ponte 3” e vai até “Finkenwerder” e Övelgönne, onde tem casas de pescadores a prainha do Rio Elbe e – uma das paradas – o barco restaurante “Kleinhuis’ Restaurantschif” (que eu entrei e sai: caro, pequeno, cheiro esquisito e cheio!)

4. Filarmônica de Hamburgo – Elbphilharmonie:
imperdível a visita, seja pela arquitetura, seja pela magnífica vista aérea do porto e da Hafen City. E o melhor: a subida, por uma escada rolante impressionante e inesquecível, é gratuita!

5. Hafen City / Warehouse/ Speicherstadt: arquitetura super bonita, foi onde revitalizaram antigos armazéns construídos sob pilares de madeira no século 19 e hoje abriga “Hafen City”com escritórios e museus. Lá tem vários museus, escolha o de seu interesse e visite. (Indicamos o Museu Marítimo, mas há outros)

 

 

6. Jungfernstieg” e “Great Lakes”: onde ficam os lagos “Inner Alster” e “Outer Alster”, onde tem a grande loja da Nívea de Hamburgo, lojas de marca e o Shopping “Passage Europe” apesar de caro, vale ir a um restaurante em frente ao lago para um café ou uma pizza com cerveja Astra!

 

7. Rathaus (Prefeitura): neo renascentista, é belíssima e vale muito visitar seu pátio interno cheio de esculturas e suas fachadas incríveis.

8. Mönckebergstrasse: rua de compras, perto da Rathaus

 

9. Igreja “St. Michaelis Kirche

10. Igreja “Nikolai Kirsch”

11. “Rickmer Rickmers“: o famoso barco do Porto, cujo exterior é aberto a visitação (só paga para ver o interior)

12. Rua St. Pauli / Reeperbahn (Distrito Vermelho): reúne bares e boates da cidade e clubes de strip, é bem no centro da cidade, porem na parte alta.

13. Fish Market: só aos domingos, até 12h30, infelizmente so vimos por fora.

Se tiver tempo de sobra, ouvimos elogios sobre o “Miniatur Wunderland” e o ”
Hamburg Dungeon” ambos na Hafen City!

Enfim: vá a Hamburgo e sinta o frio do norte da Europa!!!

 

Fotos:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *