A esplêndida cidade de Estrasburgo

A cidade de Estrasburgo foi a cereja do bolo de nossa viagem!
A cidade francesa de Estrasburgo, fronteira com Alemanha e Suíça, é belíssima, com seu centro histórica muito bem preservada, encantando o turista a cada esquina.

 

O transporte é realmente perfeito, moderno, tornando muito fácil a locomoção de trans por toda a cidade. é uma cidade realmente apaixonante. Tudo é muito bonito, bem cuidado, e, não é à toa que a cidade abriga o parlamento europeu, com imensa importância para a União Europeia. A cidade toda é encantadora, especialmente às margens Rio Reno (o passeio de barco é imperdível!) e nao região do centro chamada “petite France”, com sua arquitetura mesclando estilos alemão e francês e seus becos medievais, com comércio sem fim, incluindo restaurantes, lojinhas de produtos e delícias franco germânica…
Mão é a cidade mais barata da Europa, mas é sem dúvida uma das mais belas de todo o continente!
A catedral de Estrasburgo é uma das mais bonitas que eu já vi por toda a Europa …
Para resumir: se alguém só tivesse recurso e tempo para visitar 1 única cidade da Europa e me pedisse uma dica, eu sem dúvida indicaria Estrasburgo!

Strasbourg
Strasbourg

Ela reúne Histórica, fica a poucos minutos da Alemanha e da Suíça, permitindo até que você vá na vizinha alemã Kehl todo dia tomar cerveja alemã, gastando cerca de 15 minutos de tram….
E em 40 minutos se chega a Basel…É uma coletânea completa de História, mesclando tradição, arquitetura e cultura de toda aquela região.
Mas por hora chega de elogios…rsrsrsrs…. vamos ver algumas dicas do que fazer.
(Mas por favor: vá um dia conhecer Estrasburgo!!!)


 

O que fazer em Estrasburgo:
Alguns dos muitos locais que você precisa conhecer estando por la!

Estação Gare CentralEstação Gare Central – o prédio em sí é uma super atração!

Catedral de Estrasburgo – uma das construções sacras mais espetaculares da Europa, data de 1439, tem 1 torre só e pode ser avistada praticamente de qualquer local do centro. em seu entorno encontra-se o centro histórico, ali neste entorno está o Palácio Rohan que abriga três museus “Arqueológico”, “Belas Artes” e “Artes Decorativas

Petit France
– é um quarteirão histórico belíssimo, as margens do Rio! Fica a uma boa caminhada do centro e compõe um “outro centro” é onde fica o conjunto arquitetônico mais bonito e os restaurantes e bares mais legais!  Aproveite para andar na rua coloridinha toda graciosa que você não verá em mais local nenhum!

Passeio de Barco é realmente imperdível, mesmo! O pier de saída é perto da Igreja, tem como comprar o ticket nas maquinas na hora, mas se der, compre na véspera e não corre risco de ficar esperando muito. Alem das pontes belíssimas e históricas (no barco tem audioguia em português, fique ligado nas historias!) ele passa por uma elevação artificial que fazem descendo uma comporta para o rio encher e se encontrar com a parte de nível mais elevado, um “micro canal do Panamá” pelo que entendi. É muito legal esperar a cheia para poder continuar viagem…
não perca de dentro e de fora do barco a Ponts Couverts –  a ponte elevadiça em ação quando cada barco passa, é um show a parte!
Sao varias places, fique atento a Place du Marché Gayot.
Parlamento Europeu – Fomos de tram, leva uns 20 minutos, e vimos só por fora, o prédio é belíssimo e dá certa emoção de se estar ali… Porem tem muito mais construções belíssimas pelo caminho… na volta paramos no tram em varias delas, como o Theatre Nacional de Strasbourg, a Biblioteca nacional, e Igrejas lindas que vale saltar do tram na volta para fotograf. portanto va com tempo!


Hotel que ficamos:

Ficamos no Ibis Styles Avenue Du Rhin, e recomendo. É um hotel simples, barato, com a desvantagem de 1 so elevador, mas nao se deixe enganar pelas primeiras impressões:
O hotel é muito amigável, fica a alguns minutos de tram do centro, porem o o tram para na porta e, alem disso, o café da manhã é delicioso  (tinha até suco de laranjas frescas  – e olha que fomos no inverno – e produtos regionais franceses ) no  melhor estilo da rede “Ibis Styles” a qualquer hora do dia terá um cafe ou cha esperando por você, e, com sorte,  até alguns croissant…
Ótimo custo beneficio, ficaria la de novo!!


Dicas de onde comer em Estrasburgo:

Tarte Flambée
Tarte Flambée

Bem estando em Estrasburgo, nós jantamos q dia em Estrasburgo e os demais em Kehl, logo ali na Alemanha…rsrs era mais barato e tinha cerveja alema a bom preço!
Mas tem vários e bons restaurantes próximos a Igreja, aproveite! e nao deixe de provar a “Tarte Flambé” (ou Flammekuchen na vizinha Kehl) – é uma pizza fininha, com um creme de queio na cobertura, com cebolas e pode ter bacon, um ótimo petisco!
e tem por ola a Floresta Negra *Schwartztorten” também, afinal, é a torta típica de suas cidades vizinhas!
não deixe de ir na Microcervejaria “La Lanterne”, tem uma otina cerveja própria, o ambiente é tipico de cervejaria, obvio, fica lotado!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *